Esportivo vence o Santa Cruz e larga na frente na fase de mata-mata do Gauchão

Time de Bento Gonçalves venceu por 1 x 0, gol de David Batista, e vai à Capital Nacional do Fumo, domingo que vem, jogar por um empate

Atacante David Batista fez o gol da vitória do Esportivo, sobre o Santa Cruz, aos 33 minutos da etapa inicial. Fotos: Enio Bianchetti


O Clube Esportivo Bento Gonçalves conquistou uma vitória maiúscula, na tarde deste domingo, dia 19, jogando diante de sua torcida no Montanha dos Vinhedos, ao ganhar do Santa Cruz o primeiro dos dois jogos das quartas de final do Campeonato Gaúcho 2022, Série A2. O placar foi de 1 x 0 para o alviazul, comandado pelo técnico Carlos Moraes, gol anotado pelo atacante David Batista aos 33 minutos do primeiro tempo.


A equipe de Bento praticamente não deu chances ao time visitante e comandou as ações durante todo jogo, principalmente no primeiro tempo, com domínio total e várias chances balançar as redes do gol defendido por Bruno Grassi. Já aos 3 minutos o meio-campista Cris Magno apresentou as credenciais e, depois de entrar sozinho na grande área chutou sobre o goleiro, deixando escapar a chance de abrir o placar.


O meia voltou a pressionar Bruno Grassi quatro minutos depois em cobrança de falta, cometida sobre o atacante David Batista, pela direita de ataque. Cris Magno buscou o canto esquerdo do gol, obrigando Grassi a realizar uma grande defesa. Logo em seguida foi a vez de Magal testar o veterano goleiro, que defendeu um forte chute do zagueiro alviazul.


O Esportivo continuou mantendo o Santa Cruz sob forte pressão e, aos 17 minutos, o árbitro, Tiago Pires, não deu pênalti cometido pela zaga visitante sobre o jogador João Felipe, que entrava sozinho para marcar o gol. O lance gerou muita reclamação dos atletas do Esportivo, mas o juiz não voltou atrás e manteve o tiro de meta, que havia indicado, em favor dos visitantes.


O GOL


A presença de quase todo plantel do Esportivo, na maior parte do tempo no campo de ataque, surtiu resultado aos 33 minutos do primeiro tempo. João Felipe roubou a bola no lado esquerdo da grande área do Santa Cruz, driblou dois atletas adversários e, de frente para o gol, chutou forte. Bruno Grassi não segurou e o atacante David Batista, aproveitando a sobra, colocou a bola nas redes do adversário.


Depois do intervalo o time da Capital Nacional do Vinho voltou a campo sem alterações, com o mesmo ímpeto, e já aos 2 minutos de jogo Cris Magno cobrou falta pela esquerda do ataque. A bola encontrou David Batista no lado oposto e o atacante, de cabeça, tentou marcar o segundo gol do time e o seu segundo na partida. A bola saiu por cima tirando tinta da trave.


A equipe anfitriã ainda teve outras duas boas oportunidades para ampliar o placar. Aos 26 minutos com o experiente zagueiro Cleiton, de cabeça, e aos 39 com o atacante João Felipe, também de cabeça. Em ambas tentativas Bruno Grassi mostrou porque é o goleiro titular na equipe do Santa Cruz, e fechou o gol, realizando duas grandes defesas.

O segundo tempo, que também teve o domínio de campo do Esportivo, foi mais truncado com várias paralisações por causa de faltas cometidas, principalmente pelos atletas adversários. Em uma delas, Roger Bastos atingiu a coxa esquerda do jogador Magal com as traves da chuteira. O árbitro não vacilou e mandou o volante mais cedo para o chuveiro.


Com um jogador a menos e em desvantagem no placar, os 10 minutos restantes – a partida foi encerrada aos 50 minutos – foram praticamente com bola parada, com os jogadores do Santa Cruz se jogando em campo para ganhar tempo, evitar uma derrota mais elástica, e na expectativa de reverter o resultado e chegar à classificação para a fase semifinal no próximo domingo, dia 26, no Estádio dos Plátanos.

Enquanto o Esportivo precisa só do empate – não há gol qualificado – para se classificar à semifinal, o Santa Cruz tem que vencer para avançar no Campeonato Gaúcho, Divisão de Acesso. Com uma vitória simples, diante da sua torcida, a decisão vai para os pênaltis, e com dois gols de diferença o Santa Cruz se classifica para a próxima fase de forma direta.

INTELIGENTE

O técnico Carlos Moraes, do Esportivo, comentou depois da partida que sua equipe cumpriu em campo o que ele trabalhou durante a semana, fazendo o que chamou de um jogo inteligente. “Enfrentamos um adversário forte, bem preparado taticamente, tivemos boas oportunidades de gol e até poderíamos ter vencido por um escore mais elástico”, avaliou.


Sobre o confronto de domingo, Moraes entende que vai ser uma partida difícil. “Não há jogo ganho, eles (Santa Cruz) vão ter que jogar mais abertos em busca do gol, e nós vamos ter que fazer de novo uma partida inteligente. Vamos ter que aproveitar os espaços e tentar fazer (o gol) quando isso for possível, sem descuidar da nossa defesa para que eles não tenham chance de marcar”, anunciou.


QUEM JOGOU


Clube Esportivo Bento Gonçalves – Copetti, Márcio, Cleiton, Tairone, André, Magal, Fabrício (Wallacer), Hippolito, David Batista (João Pedro), Cris Magno (Jamerson) e João Felipe (Caio). Técnico: Carlos Moraes.


Futebol Clube Santa Cruz – Bruno Grassi, Itaqui, Diego Rocha, Diego Macedo, Ben-Hur, Roger Bastos, Jeffinho (Pablo Bueno), Abuda, Nena (Gabriel), Laion e Wallan Luan (Felipe). Técnico: Wiliam Campos.

ARBITRAGEM


Arbitro: Tiago Pires, auxiliado por Cassio Pires, Renato Domingues e Joseph Lopes.


A RODADA (Quartas de final)


Esportivo (Bento Gonçalves) 1 X 0 Santa Cruz

Lajeadense (Lajeado) 2 X 0 Glória (Vacaria)

Passo Fundo 1 X 1 Pelotas

Avenida (Santa Cruz do Sul) X VEC (Veranópolis) – Dia 21, terça-feira, às 20h


PRÓXIMA RODADA - QUARTAS DE FINAL (26/06 – 15h)


GRUPO C – ANTÔNIO DAVID FARINA

VEC (Veranópolis) X Avenida (Santa Cruz do Sul) – a ser confirmado

GRUPO D – PLÁTANOS

Santa Cruz X Esportivo (Bento Gonçalves)

GRUPO E - ALTOS DA GLÓRIA

Glória (Vacaria) X Lajeadense (Lajeado)

GRUPO F – BOCA DO LOBO

Pelotas X Passo Fundo