Esportivo luta, mas acaba derrotado em Itajaí.

O Esportivo lutou e muito, mas não conseguiu voltar de Itajaí, Santa Catarina, neste sábado, com uma pontuação. Com um gol nos acréscimos, a equipe Alviazul viu o Marcílio Dias sair de campo com o resultado positivo, 2 x1, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Agora, a equipe de Bento Gonçalves, que não está mais entre os quatro classificados para a fase seguinte, buscará a reabilitação no sábado, 17, em casa, contra o Joinville.


Como foi o jogo

Primeiro tempo

Aos 10 minutos, Marcos Júnior finalizou na trave, mas o lance foi anulado por impedido. No lance seguinte, o Esportivo respondeu com três escanteios, mas não conseguiu finalizar com maior perigo.

Aos 14 minutos, o Marcílio Dias puxou um rápido contra-ataque com Wellington, que avançou, entrou na área e chutou no canto, sem chances para Otávio Passos: 1x0. Atrás no placar, o Alviazul passou a se estabelecer com mais frequência no campo do adversário, ter mais posse da bola e evitar o contra-ataque.


A postura fez com que duas oportunidades fossem criadas. Aos 32, Peixoto, dentro da área, chutou por cima. E no último minuto do primeiro tempo, Lailson cruzou, Batista cabeceou sobre o gol e desperdiçou a chance de ir para os vestiários com a igualdade.


Segundo tempo

Com as entradas de Wesley e Nicollas, o Esportivo voltou do intervalo para buscar o empate. E logo de cara, teve duas oportunidades. Aos sete minutos, Rennan cobrou escanteio e na pequena área, Lailson parou em Victor Hugo. Na sequência, Lailson recebeu de Wesley e, mais uma vez, o goleiro adversário promoveu um milagre para evitar a igualdade Alviazul.


Então, aos 18 minutos, o empate chegou. Chicão desarmou o adversário e, da entrada da área, arriscou com precisão, desta vez, sem chance para Victor Hugo, que buscou a bola na rede: 1 x 1.


Apesar de ter que substituir vários jogadores, inclusive os que haviam entrado, o Esportivo foi em busca da vitória. Aos 35 minutos, Paulinho quase aproveitou o cruzamento de Batista. Dois minutos depois, Juninho Tardelli teve a chance em cobrança de falta, mas o chute foi alto demais.


Quando tudo se encaminhava para um empate, nos acréscimos, aos 48 minutos, a bola sobrou para David Batista, que conseguiu colocar nas redes: 2x1 Marcílio Dias. O resultado tira o Esportivo do G4, do grupo A8, da Série D.


Ficha Técnica

Gustavo Papa, que substituiu o técnico Rogério Zimmermann, suspenso por três cartões amarelos, colocou o Esportivo em campo com: Otávio Passos; Lucas (Wesley / Ramires), Rodrigo Milanez, Rafael Dumas, Rennan; Chicão (Léo Ferraz), Gutierrez (Nicollas/ Paulinho), Juninho Tardelli; Lailson, Peixoto e Batista.


A partida teve a arbitragem de Murilo Francisco Misson Jr (MG), auxiliado pelos catarinenses, Deise GenoefaBellaver e Breno Muller.


Texto: Guilherme Kalsing/Exata Comunicação

Fotos: Bruno Golembiewski/CNMD

878972691.jpg