101 anos: Clube Esportivo celebra aniversário marcado por temporada histórica

Alviazul comemora o primeiro ano do novo centenário na sexta-feira, dia 28, projetando os próximos passos de um projeto de gestão bem-sucedido em 2020

 

A coroação de uma temporada que ficará marcada na história do Clube Esportivo Bento Gonçalves com a conquista do título de Campeão do Interior 2020 foi possível graças ao incansável trabalho nos bastidores. Do roupeiro ao presidente, o esforço em honrar um manto de tradições mais que centenárias estava estampado em cada passo de quem se envolveu nessa trajetória de sucesso. Por isso, na semana em que completa 101 anos, há a certeza de que ‘superação’ foi a palavra-chave – como considera o presidente alviazul, Laudir Miguel Piccoli.

Eleito para estar à frente da 78ª gestão do clube no final de 2019, o empresário de 47 anos destaca o empenho conjunto como um dos principais fatores que levaram à bem-sucedida campanha nesse ano. “O propósito de união idealizou o trabalho de todos: diretoria, comissão técnica, atletas, funcionários, lideranças da cidade, comunidade, torcedores e fornecedores do clube. Tivemos um planejamento coeso de ações financeiras, cumprindo com tudo que foi acordado, trabalhando muito e com foco no objetivo”, pontua.

Para que o esforço se convertesse em resultados positivos, obstáculos tiveram que ser superados – de forma especial, a paralisação em virtude da pandemia do novo coronavírus. “Com a determinação da parada, a maior dificuldade foi resolver o problema dos contratos vencendo no dia 5 de abril, com custo de R$ 250 mil mensais, incluindo aluguéis da residência dos jogadores e despesas fixas. Como não tínhamos a definição de quando o campeonato retornaria, precisávamos fazer a rescisão para renovar e tentar uma renegociação com menor valor, tentando manter a maioria do grupo”, relata. Nesse cenário, segundo o mandatário, alguns conselheiros se solidarizaram e emprestaram o valor necessário para a rescisão, permitindo uma redução de 70% dos salários nos novos contratos – todos os valores foram devolvidos, posteriormente, aos financiadores.

Apesar do reajuste nos vencimentos, dentro de campo a equipe manteve o bom rendimento que vinha apresentando no início do campeonato. Além do título, o alviazul alcançou a quarta melhor campanha na classificação geral e chegou à semifinal do segundo turno diante do Internacional. Isso, na visão de Piccoli, é fruto do legado deixado pelo grupo e pela gestão. “Levamos alegria e esperança para uma cidade inteira, com um título que há 33 anos não era conquistado”, exalta.

           

Otimismo para um futuro promissor

Com vagas asseguradas na série D do Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil de 2021, o Esportivo já começa a projetar a próxima temporada – que tende a ser promissora. “Em breve, faremos uma reunião com a diretoria para validar as ações e também pensar nas sucessões dessa gestão. Vejo isso como fundamental para a continuidade do projeto, pois precisamos encontrar pessoas dentro da comunidade que entendam o quão importante é fazer parte de projetos como o do Esportivo e o quanto isso proporciona um ganho pessoal e profissional”, destaca.

Piccoli reforça que o clube está sempre de braços abertos para a renovação. “Faço uma provocação para quem tem interesse em participar, pois aqueles que possuem responsabilidade individual terão nosso total apoio”, conclama. E ele garante: presidir o Esportivo está sendo uma oportunidade única. “Fui presidente da ExpoBento, do CIC-BG e, hoje, tenho a honra de estar a frente desse clube ao qual sou muito grato por ter me dado a chance de aprender e crescer em termos de relações humanas, planejamento e resiliência em momentos difíceis, ensinando que precisamos estar coesos e engajados no mesmo objetivo”, reitera.

 

Foco nas categorias de base

Parte desse otimismo em relação ao futuro se dá, também, pelo projeto de ampliação e manutenção das categorias de base do clube. Financiados pelo Pró-Esporte RS, foram captados recursos via Lei de Incentivo, chegando à casa dos R$ 414 mil. Um protocolo de retorno está sendo preparado, garantindo segurança aos jovens. A ideia é que as categorias sejam retomadas ao longo do mês de setembro, dependendo do aval das autoridades públicas competentes. Atualmente, a escola de futebol alviazul conta com cerca de 200 jovens, divididos em idades a partir dos sete anos.