Livro conta a história centenária do Clube Esportivo Bento Gonçalves

Obra \'Um século alviazul\' será apresentada ao público pelos autores Alceu Salvi Souto e Fabiano Mazzotti dia 28 de agosto, por meio de uma transmissão virtual na rede social Facebook

 

Na data em que completa o primeiro ano do novo centenário, o Clube Esportivo Bento Gonçalves receberá um importante registro histórico e documental de sua trajetória: no centro do gramado do estádio Montanha dos Vinhedos, a bola dará lugar à obra \'Um século alviazul\'. Idealizado pelos jornalistas Alceu Salvi Souto e Fabiano Mazzotti, o livro será lançado por meio de uma transmissão online no próximo dia 28 de agosto, às 20h – convidando a torcida alviazul e os apaixonados pelo futebol gaúcho a prestigiarem a entrega do resultado de dois anos de pesquisa.

Para tal, os organizadores da obra terão a difícil missão de condensar 328 páginas, 606 fotografias e inúmeros fatos ao longo dos 100 anos de história do clube em uma live prevista para durar 50 minutos – veiculada pelos perfis do autor Fabiano Mazzotti (fabiano.mazzotti) e oficial do Clube Esportivo (ClubeEsportivo), ambos na rede social Facebook.

Nela, serão apresentados os principais pontos do livro, detalhadas as etapas de produção da obra e enaltecidos os personagens dessa trajetória secular. \"Foi uma caminhada de descobertas, acompanhada por um sentimento de responsabilidade extrema. A bagagem de informações adquirida nessa peregrinação de pesquisa e conversas faz eu perceber o Esportivo com um olhar diferenciado. Não é só um time de futebol. É um agente de evolução social inserido em um território em constante transformação\", conta Mazzotti.

Financiado pela Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal, o novo protagonista da biblioteca gaúcha de futebol contará com links para acessos a áudios e vídeos na internet nas páginas de sua edição de luxo, elaborada com capa dura e impressão toda colorida. Uma versão sonora acompanha o livro, oferecendo acessibilidade de conteúdo a deficientes visuais ou pessoas com dificuldade de leitura.

Durante a apresentação, a obra será comercializada em canais digitais que estarão oferecendo o produto – os primeiros 400 exemplares poderão ser adquiridos pelo valor de R$ 70,00; após, a obra custará R$ 90,00. O livro físico poderá ser adquirido a partir do dia seguinte ao lançamento, em livrarias de Bento Gonçalves (Aquarela, APP, Dom Quixote e Paparazzi), na secretaria do Clube Esportivo ou com os autores.

 

O que o leitor encontrará na obra

São diversas as curiosidades ao longo das páginas do \'Um século alviazul\'. Nomes e caras de todos os presidentes do Esportivo nesses 100 anos e os perfis de atletas protagonistas no clube, como Toninho Fronza (atleta que mais vezes vestiu a camisa do alviazul), Decio Frozi (maior goleador do Clube) e Antônio Rodrigues Finho, o Neca (nome do Esportivo na calçada da fama da Federação Gaúcha de Futebol) figuram entre os destaques da produção.

As dificuldades do Clube para se manter aberto no final da década de 1950 e início da década de 1960 e as grandes conquistas contra a dupla Gre-Nal na década de 1970 também fazem parte do rol de atrativos – com destaque para o protagonismo alviazul no concurso número 1 da Loteria Esportiva, quando venceu o Grêmio por 1x0, em 1970, e ninguém fez os 13 pontos da aposta, oficializando a expressão \"zebra\" no futebol.

Além disso, o leitor encontrará as ilustrações da evolução do distintivo do Clube e dezenas de reproduções de documentos que conferem legitimidade aos diferentes episódios da história alviazul descritos no livro. Todo o conteúdo é exposto com uma cronologia histórica crescente, para um fácil entendimento dos fatos.

 

A apresentação fica por conta do presidente da FGF, Luciano Hocsman. Acompanhe um trecho:

\"[...] A fim de marcar a passagem dos seus primeiros 100 anos de fundação, o Clube Esportivo Bento Gonçalves entrega ao torcedor uma grande e marcante obra: um livro, que traduz o que ocorre dentro e fora de campo. Essa sensibilidade de preservar os importantes acontecimentos da entidade fundada em 1919 é digna dos melhores aplausos que uma vitória pode provocar. Filiado à entidade máxima do futebol gaúcho desde 1935, quando seu nome era Federação Rio-Grandense de Desportos (F.R.G.D.), o Esportivo revela-se aos olhos de todo admirador de futebol como importante protagonista do esporte no extremo sul do Brasil [...]. Se nos 90 minutos de uma partida existem três probabilidades de resultado, nessas 328 páginas há uma vitória indiscutível com um gol de placa cujo vencedor maior é o esporte. Nobre integrante da galeria dos clubes que alcançam os incríveis 100 anos de vida, o Clube Esportivo dá exemplo com esse importante resgate, engrandecendo o futebol do Rio Grande do Sul\".

 

Confira três trechos inéditos da obra:

1945 – Mais do que futebol

A novidade de mais um time de futebol na cidade acelerou as ações da direção do Esportivo, que começou a pensar na inauguração de seu estádio. Passados oito meses, o Clube havia disputado apenas sete jogos, sendo três fora de casa. Com isso, a torcida sentia saudades dos jogos no domingo à tarde, quando a comunidade se reunia para ver futebol e conversar, ato que possibilitava saber das novidades das famílias e o que estava acontecendo nos outros lugares da cidade.

 

1973 – Vitória inédita

Em ritmo acelerado, os jogadores do Esportivo dominavam o meio-campo e impunham o controle do jogo. Faltando dez minutos para o término do primeiro tempo, Xameguinha driblou o marcador e passou para Decio Frozi. O centroavante enganou o zagueiro, esperou a saída do goleiro e silenciou a torcida colorada. No retorno do segundo tempo, o técnico Luís Valdir Louruz promoveu a estreia de Falcão no Internacional, jovem que viraria ídolo do popular clube gaúcho. Ênio Andrade determinou que Xameguinha colasse em Falcão, que nada pode fazer para impedir a façanha do Esportivo, primeiro clube do interior a derrotar o Internacional dentro do Beira-Rio.

 

1983 – Futebol feminino

No dia 16 de abril de 1983, a equipe de mulheres do Esportivo pisou no gramado do Estádio Olímpico para enfrentar o Rio Grande, na preliminar de Grêmio x São Paulo, válida pela Taça de Ouro. Com uma vitória de 8x0, a representação alviazul virou notícia nacional pelo protagonismo da primeira partida no Brasil, desde a regulamentação do futebol feminino no país. Tendo em vista a representatividade do fato, as imagens do jogo chegaram a ser usadas na vinheta da novela global \"Guerra dos Sexos\", exibida a partir de junho daquele ano.

 

Livro Um século alviazul – ficha técnica

Financiamento: Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Patrocínio máster: Ceran – Companhia Energética Rio das Antas.

Patrocínio: Mérica Transportes e Logística, Meber Metais, Centro da Indústria Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG), Pozza, Bento Transportes, Cinex, Todeschini, Geremia Weg Cestari Redutores, Anderle Transportes, Grepar Supermercados, Pan Eletric, Adubare Compostos Orgânicos, Pratomil Restaurantes Empresariais, Super Apolo, Família Salton, Italínea, Casttini, Multimóveis, Vinícola Aurora, Aleplast Embalagens Plásticas, Giordani Turismo e Eventos, Don Giovanni, Madem, Politorno Móveis, Lex Empreendimentos Imobiliários, Transportes Bertolini Ltda, Rinaldi, Carraro Móveis e Imopur.

Realização: Secretaria Especial da Cultura (SEFIC)/Ministério do Turismo/Governo Federal.

 

Dados do livro:

Formato: 24cm x 28cm

Páginas: 328

Capa: dura

Miolo: couchê fosco 150gr.

Preço:

R$ 70,00 (preço promocional de lançamento para os 400 primeiros exemplares)

R$ 90,00 (preço normal)

 

Serviço:

O que: lançamento do livro Um século alviazul, contando a história centenária do Clube Esportivo Bento Gonçalves

Quando: 28 de agosto, às 20 horas

Onde: transmitida pelos perfis no Facebook fabiano.mazzotti e ClubeEsportivo

Venda virtual: www.fabifoto.com.br

Informações: Fabiano Mazzotti: (54) 9 9991 6778 – fabiano@fabifoto.com.br

 

Legenda e crédito:

Foto 1994: Vista aérea do que seria o futuro Parque Esportivo Montanha dos Vinhedos. Crédito: Acervo do Arquivo Histórico Municipal de Bento Gonçalves.