Esportivo conquista primeira vitória no Gauchão 2020

Em estreia diante da torcida bento-gonçalvense, alviazul venceu o Aimoré pelo placar de 4 a 3

 

A torcida alviazul pôde matar as saudades da elite do futebol gaúcho, dentro de casa, em alto estilo - e com vitória. Isso porque o Clube Esportivo Bento Gonçalves estreou no Campeonato Gaúcho 2020, no Montanha dos Vinhedos, em uma partida marcada pela grande quantidade de gols: foram sete, no total. O placar de 4 a 3 diante do Aimoré, pela segunda rodada do Gauchão, decretou o primeiro triunfo alviazul na competição estadual e projetou o clube ao pelotão de frente do Grupo B – com quatro pontos em seis disputados e a segunda colocação da chave.

O primeiro tempo foi de alta intensidade. Foram cinco gols somente na etapa inicial: sempre colocando o alviazul em vantagem. Logo aos 8 minutos de partida, após jogada de Lucas Hulk, Gustavo Sapeka domina e bate para a meta: a bola desvia no zagueiro Wagner Freitas, do Aimoré, que marca contra o próprio gol. Na sequência, destaque mais uma vez para o camisa 11 do Esportivo, que, aos 17, invadiu a área e acertou um belo chute para ampliar o marcador.

Com a desvantagem no placar, o Aimoré partiu para o ataque. Germano faz jogada pelo lado esquerdo, cruzou para a pequena área e Wagner mandou para o fundo do gol, aos 28. Mas o ímpeto alviazul era maior: após perigoso chute de Gustavo Sapeka, Márcio Goiano, do índio capilé, coloca a mão na bola – gerando um pênalti a favor dos donos da casa e sua expulsão, aos 35. Juninho Tardelli cobrou a penalidade e converteu a cobrança. A etapa inicial ainda reservou mais um pênalti, dessa vez para o Aimoré – cobrado por Wagner, decretando o 3 a 2 na ida para o intervalo.

A segunda etapa foi de menos bolas no fundo das redes, mas de diversas chances criadas para ambos os lados. Logo no primeiro minuto de jogo, Matheus Rodrigues tirou a marcação e, passando pelo goleiro Renan, marcou de cavadinha – empatando a partida. Com um homem a mais em campo, o Esportivo novamente partiu para cima – e deu certo. Após lance de chute na trave de Lucas Hulk, mais um pênalti a favor do alviazul. E mais uma vez o camisa 10, Juninho Tardelli, estufou as redes, colocando o Esportivo novamente a frente no placar e fechando o marcador: 4 a 3.

A equipe que entrou em campo pela segunda rodada do Gauchão 2020 teve: Renan; Igor Bosel, Gullithi, Luís Eduardo (Edson Borges) e Romulo; Robert (Caprini), Washington, Lucas Hulk, Juninho Tardelli (Tony Júnior) e Gustavo Sapeka; Marcão.

 

Avaliação positiva

O amplo marcador da tarde deste domingo (26) provocou avaliações por parte da comissão técnica quanto às valências defensivas e ofensivas. “Temos que buscar o equilíbrio. Trabalharemos no sentido de corrigir as possíveis falhas defensivas do jogo de hoje, mas, ao mesmo, levarmos em conta a boa atuação do ataque. Certamente, o que mais importa são os três pontos conquistados”, reforça o treinador, Carlos Moraes.

Desataque da partida, com participação em três dos quatro gols alviazuis, o atacante Gustavo Sapeka enfatiza o feito conquistado. “Fizemos um partida consistente, mesmo com os erros coletivos, que precisam ser corrigidos, estamos de parabéns pelo desempenho. O importante é continuar nesse ritmo”, comenta.

 

A sequência da competição

Após a estreia em casa, o Esportivo terá pela frente uma sequência de duas partidas longe do Montanha dos Vinhedos: na próxima quarta-feira, dia 29, o clube viaja até Pelotas para enfrentar o Brasil-Pel, no estádio Bento Freitas, a partir das 20h30. Já no domingo (02), o alviazul vai à Porto Alegre para encarar o Grêmio, em partida marcada para às 16h. No momento, o clube é o segundo colocado do Grupo B do Gauchão 2020, com 4 pontos – mesma pontuação do líder Caxias.

 

Serviço do próximo jogo:

O quê:  Esportivo x Brasil de Pelotas, pela 3ª rodada do Campeonato Gaúcho 2020

Quando: quarta-feira (29), às 20h30

Onde: Estádio Bento Freitas, em Pelotas